Falando em hábitos, outro costume de cidade pequena que me agrada muito é a reutilizacão de embalagens. Especialmente as latas decoradas. E nesses dias de COP 15 (ou o que quer que seja aquela mixórdia), nada mais ecológico e sustentável que esse tipo de reciclagem que nossas avós tanto prezavam.

Rapidamente, providenciei uma caneca de café para acompanhar a degustação. Como os biscoitinhos levam raspas da casca do limão Tahiti, optei pelo Café Piatã, que tem um tom cítrico bem adocicado. Combinação perfeita. Até utilizei uma relíquia guardada a sete chaves e nove cadeados: a caneca do afamado e venerado colunista social Richard Cledeman!

Os biscoitos são levíssimos e estavam assados na medida certa. Quebradiços e secos, derreteram como flocos de neve ao primeiro contato com a língua quente, se transformando num creme doce e levemente cítrico que me fez salivar como um Lobisomem no cio. Algo parecido a um orgasmo inundou meus neurônios com as mais variadas sensações de prazer.

Infelizmente para vocês e felizmente para mim, comi todos os biscoitinhos : )

Mas, não fiquem tristes. Além da detalhada descrição da experiência gustativa, vocês receberão a receita. Como podem ver, o Café & Conversa sempre pensa primeiro em seus leitores. Vamos à receita da Tia Nenê.

Comi tudo sim! E daí? 

Biscoitinhos de Polvilho da Tia Nenê

Ingredientes

- 5 copos de polvilho doce

- 2 copos de açúcar refinado

- 4 ovos

- 1 colher de sopa bem cheia de Pó Royal

- 1 colher de chá de sal

- Margarina Delícia até o ponto de enrolar

- Raspas de laranja e/ou limão Tahiti

 

Preparo

Misture todos os ingredientes secos. Coloque os ovos, com gema e clara, e misture bem. Vai acrescentando margarina aos poucos e vai até dar o ponto de enrolar. O ponto perfeito é quando a massa não prega na mão. Sove bastante.

Faça em formato redondo e/ou oval. Use as costas de uma faca para riscar a superfície dos biscoitinhos. Unte uma assadeira com margarina. Arrume os biscoitinhos e leve ao forno na temperatura médio/alto, ou 180º. Retire do forno quando os biscoitinhos estiverem dourados, mas só retire os biscoitinhos da assadeira depois que esfriar.

 

Nossa Equipe

  • Romoaldo de Souza

    • Editor

    Radialista, jipeiro, jornalista, amante da boa conversa e do bom café, cidadão, torcedor, pernambucano.

  • 1
  • 2
  • 3